Nicholas Santos a caminho do seu 6º Mundial de Curta

01
dez 2014

Campeonato Mundial FINA em Piscina Curta

Foto: Satiro Sodré

Aos 34 anos de idade, Nicholas Santos vai ser o mais experiente nadador da equipe brasileira no Campeonato Mundial de Piscina Curta em Doha. Mais que isso, Nicholas vai para o seu sexto mundial de curta e isso combinados com os cinco mundiais de longa serão 11 participações em Campeonatos Mundiais, mais do que qualquer outro nadador em atividade no Brasil.

Nos Mundiais de Curta, Nicholas estreou em Moscou, na Rússia, em 2002. Isso foi um ano depois da sua estréia nos Mundiais de Longa em Fukuoka, no Japão. Naquele ano, Nicholas ficou nas eliminatórias dos 50 livre, mas chegou até as semifinais dos 50 borboleta terminando em 13o lugar com 24.15.

Seu primeiro pódio aconteceria na próxima edição, em Indianápolis, 2004. Lá, foi onde o Brasil teve uma de suas melhores performances e Nicholas foi bronze nos 50 livre (21.71) e prata no revezamento 4×100 livre além de chegar a final nos 100 livre e terminar na oitava colocação.

No Mundial seguinte, em Shanghai 2006, Nicholas chegou a duas finais, quinto no 4×100 livre e sétimo nos 50 livre (21.90). Os 50 borboleta (24.19) ficaram nas eliminatórias em 21o lugar.

Ausente em Manchester 2008, Nicholas focava na preparação olímpica de Beijing. Voltou aos Mundiais de Curta em 2010, em Dubai, onde integrou o revezamento 4×100 livre medalhista de bronze além do quarto lugar nos 50 borboleta (22.45) e um 13o nos 50 livre (21.43).

No último Mundial, em Istambul, na Turquia, em 2012, Nicholas foi com dois objetivos, e apenas dois. Vencer a prova e bater o recorde mundial dos 50 borboleta. O ouro saiu, o recorde não. Venceu com 22.22, o recorde permanece com o alemão Steffen Deibler desde 2009 com 21.80.

Nesta sua campanha em Mundiais de Curta, Nicholas acumula quatro medalhas, um ouro, uma prata, dois bronzes. São 8 finais e 2 semifinais.

Para Doha, Nicholas vai com o segundo tempo do mundo nos 50 borboleta. Sua marca do Finkel, 22.43 só perde para os 21.98 feitos por Chad Le Clos no Circuito da Copa do Mundo. Por sinal, estes 21.98 é a melhor marca da era pós-trajes para a prova. Um desafio dos bons para Nicholas que vai em busca de se sagrar bi campeão mundial e, quem sabe, desta vez quebrar o recorde que ficou faltando em 2012.

Leia a matéria: BestSwimming

 

Etiene Medeiros leva o bronze nos 50m costas na etapa de Tóquio da Copa do Mundo

28
out 2014

Foto: Satiro Sodré

Etiene Medeiros conquistou nesta terça-feira a medalha de bronze nos 50m costas na etapa de Tóquio da Copa do Mundo de piscina curta. Com o tempo de 26s56, a brasileira ficou atrás da britânica Francesca Halsall (26s42) e da norte-americana Felicia Lee (26s47).

– Estou bem feliz, nadando em um nível bom, diferenciado. Poder disputar uma final, estar entre as melhores nesse momento antes do Mundial é primordial – disse Etiene, que em dezembro vai disputar em Doha, no Catar, o Campeonato Mundial de piscina curta.

– Minha virada foi ruim, minha ondulação não foi muito boa. É bom estar aqui para ajustar essas questões – completou a nadadora, que volta à piscina nesta quarta para a disputa dos 100m costas.

Fonte: Ahe! Brasil

Brasil pronto para Doha

24
set 2014

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos definiu nesta terça-feira, 23/09, a seleção brasileira que representará o país no Campeonato em Piscina Curta de Doha, no Catar, de 3 a 7 de dezembro deste ano. Serão 17 homens e 10 mulheres entre os que fizeram índices no Campeonato Brasileiro Absoluto – Troféu José Finkel 2014, no final do último mês de agosto e início de setembro.

A lista apresentada pelo departamento técnico da CBDA já exclui os atletas que atingiram índices, mas pediram dispensa do evento. Ao final do Troféu José Finkel, o gerente de natação da CBDA, Ricardo de Moura, avaliou o que representará a participação brasileira no Mundial da Federação Internacional de Natação – FINA.

– O Mundial de Doha é uma grande oportunidade para os novos valores da natação porque é um campeonato da Federação Internacional, num momento importante de afirmação da seleção brasileira. Renovação não é ter apenas novos nomes, mas novos nomes com resultados significativos. O Finkel mostrou um resultado muito interessante e consistente para a natação feminina, por exemplo, e elas podem alcançar um desempenho inédito em nível mundial. Não podemos esquecer também, que os novos nomes na equipe trazem novos técnicos e profissionais para a equipe multidisciplinar. Todo este staff em contato com os grandes eventos e suas demandas aumenta o intercâmbio, a qualificação e o leque de opções para o mercado de trabalho da natação do país. Em Doha, mesmo sendo um Mundial em Piscina Curta, vamos priorizar as provas que constam do programa olímpico, principalmente nos revezamentos – explicou.

O Brasil é um dos países que tradicionalmente sobem ao pódio da competição, pois soma 29 medalhas (11 de ouro, 7 de prata e 11 de bronze) na história do evento que está em sua 12ª edição. A Confederação Brasileira também está na lista dos organizadores do Mundial em piscina de 25 metros, pois realizou o segundo em arena montada na praia de Copacabana.

Lembrando que três atletas Speedo Elite Team foram convocados para Doha: Nicholas Santos, no masculino, Alessandra Marchioro e Etiene Medeiros, no feminino.

Fonte: CBDA

Etiene Medeiros melhora tempo e ressalta segredo: “Sorrir”

04
set 2014

A nadadora baixou o seu tempo e alcançou o terceiro índice para a competição

A pernambucana Etiene Medeiros garantiu participação no Mundial de Doha, nesta quarta-feira (3). A nadadora, do Sesi-SP, baixou seu tempo para 24s58 no Troféu José Finkel e alcançou o terceiro índice na competição. O resultado também levou Etiene ao sétimo lugar no top 10 do ranking de 2014.

“Estou numa fase ótima e descobri que sorrir e focar nas coisas boas é o segredo. Eu mudei muita coisa na minha vida desde o ano passado e sinto que está valendo à pena. Mudei de cidade, de técnico, de dieta, emagreci bastante e comecei um trabalho pesado. Mudei muito também e principalmente a forma de encarar a carreira”, afirmou Etiene após a prova.

Tempos de Etiene Medeiros nas Eliminatórias

100m Costas – Etiene Medeiros (57s53)

100m Borboleta – Etiene Medeiros (57s40)

50m Livre – Etiene Medeiros (24s58)

Fonte: Leia Já