Você sabia que o câncer de pele pode atingir também os nossos lábios?

28
out 2019

Sobre câncer de pele todo mundo já ouviu falar, mas o que ninguém se lembra na hora de tomar sol é que os nossos lábios também precisam de proteção. Afinal, essa região é delicada e pode ser diretamente afetada. Continue a leitura para saber como se proteger.

Como o câncer de pele nos lábios pode surgir?
Ainda que a exposição ao sol sem proteção seja o principal fator de desenvolvimento do câncer de pele, o tabaco e o álcool em excesso também podem colaborar com o surgimento desse inimigo, de acordo com os médicos da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Os especialistas sugerem que a doença apareça mais normalmente nos lábios inferiores — por ficarem mais expostos ao sol — das pessoas de pele clara. Vale destacar que quanto menos melanina temos na pele, menos conseguimos barrar os raios ultravioletas.

Hoje já existem cosméticos que oferecem essa proteção contra a incidência solar, como batons e protetores labiais com FPS. É importante investir naquilo que contribui para a nossa saúde. Mas não adianta usá-los só uma vez ao dia, hein?

Quais os principais sintomas do câncer de pele nos lábios?
Alguns sinais podem aparecer antes mesmo de a doença se tornar mais séria. Por exemplo, feridas nos lábios que não cicatrizam, pequenas descamações, inchaços e manchinhas brancas ou vermelhas, que ardem.

Já quando esses sintomas evoluem, os lábios podem sangrar, doer ou desenvolver nódulos, o que exige a consulta com um especialista e exames minuciosos para analisar o momento da doença.

Como é feito o tratamento?
O tratamento nunca é igual de um paciente para o outro. Tudo depende do estágio do câncer, de como a doença está se desenvolvendo e da saúde do paciente. Um tumor pequeno, por exemplo, pode ser retirado em cirurgia, enquanto que quadros avançados podem necessitar de quimioterapia ou radioterapia — o que também reduz o risco de a doença aparecer de novo, em outras regiões do corpo.

Prevenir é sempre o melhor remédio
O câncer de pele nos lábios não é agressivo e dói pouco, além de apresentar uma taxa de mortalidade baixa. Porém, há o risco de danos estéticos, principalmente quando a doença causa lesões mais extensas.

Ainda que pareça assustador, o câncer de pele nos lábios pode ser evitado ao longo de toda a vida. Não beber e não fumar em excesso é um grande passo, mas proteger-se da exposição ao sol é fundamental. Aposte em chapéus e bonés sempre que estiver recebendo os raios solares, além de protetores labiais com FPS 15, no mínimo.

Se você pratica esportes ao ar livre, como corrida ou natação em àguas abertas, fique sempre atento à saúde dos seus lábios, combinado?

Fonte: Revista Saúde

Comentários encerrados.