Como exercícios podem proteger e tratar as articulações?

30
nov 2018

Dor, inchaço, ruído e um grande desconforto são os principais sintomas de quem tem algum problema nas articulações, os famosos “desgastes” que assombram, principalmente, atletas e idosos. Muitos casos acabam não recebendo o devido cuidado e se tornam graves com o passar do tempo. Mas você sabia que alguns exercícios podem proteger e até evitar que este problema apareça em sua vida?

O que são articulações?
De forma simples, as articulações são pontos de encontro entre ossos. Existem diferentes tipos, como a cartilagem articular, ligamentos e meniscos, que são caracterizados pelo grau de mobilidade que oferecem ao esqueleto, ajudando na movimentação, sustentação e até amortecimento.

As bolsas sinoviais, que compõem o interior das articulações móveis, atuam como amortecedores que, por terem um líquido viscoso em sua composição, colaboram na diminuição do impacto. Com o passar dos anos, a produção deste líquido diminui, deixando os ossos mais próximos e com maior probabilidade de choque. Por este motivo, os problemas são mais comuns com o avanço da idade, além do desgaste natural.

Fatores de risco
Muitas condições colaboram para o agravamento da deterioração, e é essencial ficar atento a estes pontos:

  • histórico familiar;
  • idade avançada;
  • obesidade;
  • lesão articular ou movimentação repetitiva;
  • má-formação.

Alguns especialistas destacam que doenças que interferem em ossos e músculos, como lúpus, gota e fibromialgia, podem intensificar os problemas nas articulações. Acompanhe regularmente como está a sua saúde para amenizar os impactos em seu cotidiano e fazer com que as dores não se tornem crônicas.

Para proteger e tratar as articulações
Imagine uma porta que não é usada há muito tempo. Agora pense em abrir ou fechá-la. Difícil, não é mesmo? As nossas articulações funcionam mais ou menos da mesma forma, se você não movimentá-las, ações simples ficarão cada vez mais difíceis.

Para prevenir o “enferrujamento”, o esporte é uma boa alternativa. Com a atividade física, os nutrientes conseguem circular melhor pelo corpo e chegar com mais rapidez às articulações. E com tecidos fortes, as chances de rompimento ou qualquer outro tipo de lesão diminuem.

Fortalecimento e alongamento ajudam a deixar tudo no lugar. Com músculos bem posicionados e livres do encurtamento, o seu corpo estará em sintonia para um futuro sem dores crônicas ou desgastes prematuros de cartilagem.

#Dica – carregar pesos excessivos, como sacolas de mercado ou bolsas, podem prejudicar dedos, punhos, cotovelos e até o ombro. Fique ligado!

Consulte sempre um médico
O auxílio de um profissional é imprescindível, ainda mais quando o assunto é a sua qualidade de vida no futuro. Por isso, consulte periodicamente o seu ortopedista e relate qualquer problema, algo que parece sem importância agora pode se tornar um problema no futuro, como lesões constantes no mesmo local ou uma dorzinha que aparece raramente.
Outra dica é manter músculos firmes e bem protegidos com a linha especial Speedo Sport Protection, que além de proporcionar melhor desempenho, colabora na segurança de uma prática esportiva reduz as chances de lesões.
Quer receber mais dicas sobre a sua saúde no esporte? Siga nossas redes sociais e fique por dentro do nosso conteúdo para um esporte com melhor performance!

Fontes:
Globo Esporte | Bem Estar | Saúde | Toda Matéria

Comentários encerrados.