Dia Mundial da Natação ajuda a promover o esporte

08
abr 2017
O Dia Mundial da Natação, comemorado em 08 de abril, foi criado para reverenciar essa atividade física e, também, para promovê-la como esporte. A prática da natação se confunde com a adaptação do homem ao mundo, já que a espécie teve que aprender a se sustentar na água como um instinto de sobrevivência. No Brasil, a natação chegou como esporte em 1897 e, um ano depois, o primeiro campeonato já foi realizado. Há inúmeros fatores que colaboraram para que a natação fosse cultivada como uma prática esportiva no país.

17795851_1408312402540630_3252328440808954357_n

O fato de a natação trabalhar quase todos os músculos do corpo e, ainda, auxiliar no desenvolvimento de energias vitais ao organismo, como a capacidade cardiovascular e respiratória, faz com que ela seja um dos esportes mais praticados no Brasil. Os benefícios da natação ajudam a mantê-la como um exercício físico de alto rendimento e as trajetórias vitoriosas dos atletas brasileiros incentivam a prática do esporte desde a natação infantil até a natação para idosos, tanto feminina quanto masculina.

No Dia Mundial da Natação, também lembramos o quanto a evolução dos acessórios que os atletas utilizam foi fundamental para tornar esse esporte popular e com altos índices de desempenho. Desde que nadar tornou-se um esporte, toucas, óculos, sungas, maiôs foram desenvolvidos para levarem os atletas a performances cada vez mais rápidas. A tecnologia presente nos melhores equipamentos contribui decisivamente para a alta performance dos atletas.

Que o dia 08 de abril sirva como uma data para lembrar-se da importância da natação para a evolução humana e, claro, para enaltece-la como um esporte que tanta alegria traz para os nadadores brasileiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>