ASSADURAS EM ÁGUAS ABERTAS: Saiba como evitar esse desagradável problema

04
out 2013
conteúdo editorial Swim Channel

Estava lendo um livro chamado “Young Woman at the Sea”, o qual narra a história da primeira mulher que atravessou o Canal da Mancha em 1926. Um dos maiores desafios da nadadora Trudy Elderly, que após 14 horas e 31 minutos conquistou o Canal da Mancha, foi pensar em meios de suportar as lesões provocadas pelos trajes femininos da época. A solução encontrada foi a confecção de um revolucionário traje de duas peças feito em tecido mais leve, juntamente com a aplicação de graxa que reduzisse atrito provocado pela fricção com pele.

Muitas vezes estamos preparados para uma prova. Entretanto, um traje desconfortável pode prejudicar a concentração e provocar atrito com a pele causando assaduras. O atrito natural do movimento e o período gasto durante a competição já podem provocar lesões. Então, o primeiro passo é escolher uma roupa adequada para cada tipo de prova e certificar-se de que esteja confortável.

Antes de entrar na água, também é interessante aplicar uma substância lubrificante sobre a pele, como vaselina, pois isso diminuirá o atrito causado pelas braçadas. Não se esqueça de usar vaselina nas áreas de contato da roupa com axilas e pescoço, especialmente se o traje for de borracha. O protetor solar resistente à água deve ser aplicado trinta minutos antes da exposição ao sol; portanto, quando você chegar ao local da competição poderá aplicar a vaselina, pois o protetor já foi absorvido pela pele.

Existem alguns produtos comerciais que previnem assaduras, mas, em contato com a água, o efeito se perde. São recomendados para aplicação em pregas cutâneas e ajudam a evitar lesões causadas pela oclusão e atrito com a pele. Esses cremes podem ser usados em bebês para prevenir assaduras ou em adultos predispostos a esse tipo de lesão. Portanto, são úteis em outros tipos de situação e não para antes de uma prova de águas abertas.

TRATANDO O PROBLEMA

Se você tomou todos esses cuidados e mesmo assim foi vítima da assadura, é hora de trata-la. Em primeiro lugar, evite aplicar substâncias que possam causar lesões à barreira cutânea, como cremes contendo corticoides ou antibióticos. Opte por cremes cicatrizantes contendo na sua formulação substâncias que auxiliem na reparação da pele. Um exemplo de tais substâncias são o dexpantenol e a lanolina.

No período de cicatrização da pele, evite usar roupas que apertem o local e dê preferência aos tecidos de algodão. Se o local da assadura começar a ficar muito vermelho, quente e com secreção, você deve procurar um médico, pois a lesão primária pode ter sofrido contaminação por fungo ou bactéria e, aí, além do creme cicatrizante, deverá ser dado tratamento contra a infecção.

17.111 ideias sobre “ASSADURAS EM ÁGUAS ABERTAS: Saiba como evitar esse desagradável problema

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *