Alimentação pré-treino: Musculação

15
fev 2017

cover_blog

A musculação é uma forte aliada para aqueles que buscam uma vida mais saudável, um aumento de força física, melhoria na postura ou até mesmo um auxílio para tratar doenças musculares e metabólicas. Esse treinamento de força ajuda e exige muito do atleta, portanto a alimentação correta faz toda a diferença. Hoje falaremos um pouco sobre os alimentos pré-treino e a importância deles para um treino mais benéfico e eficiente.

Consuma carboidratos…

Principal fonte energética, os carboidratos possuem um papel importantíssimo no pré-treino. O consumo desses alimentos possibilita ao atleta um ganho de disposição e aumento em seu desempenho físico devido ao glicogênio que abastece e fortifica os músculos. Você pode encontrar essa “forcinha” em diversos alimentos e ir com força total para o seu treino.
Abaixo listamos alguns alimentos que possuem esse aspecto energético:

– Arroz integral
– Arroz branco
– Arroz parabolizado
– Batata doce
– Macarrão integral
– Aveia
– Frutas

Mas não se esqueça das proteínas.

Agora sabemos que o carboidrato é imprescindível para dar aquele up em nosso treino, mas e a proteína? Como ela pode me ajudar? Quando consumido regularmente esse componente é responsável pela construção de músculos, aumentando o metabolismo e queimando a gordura mais rapidamente. Além disso, ajuda o seu corpo a evitar lesões e a melhorar a recuperação das células musculares. Conheça alguns alimentos que podem auxiliar na sua dieta:

– Peito de frango
– Clara de ovos
– Peixe
– Peito de peru
– Patinho moído

Agora é só preparar o seu prato, alimentar-se 30 minutos antes da atividade, partir para a musculação e colher os frutos de uma boa dieta com o treino adequado.

Melhore sua coordenação motora com o tênis de mesa

01
fev 2017

5558.1.13_cover-blog

O tênis de mesa surgiu no século XIX e hoje em dia é um dos esportes mais populares do mundo, caindo, cada vez mais, no gosto de todos. Uma partida do popularmente conhecido “Pingue pong” exige muita concentração, agilidade e rapidez desenvolvendo aspectos físicos e mentais do competidor. Você ainda não pratica o esporte? Então conheça os principais benefícios e comece agora.

Coordenação motora

A pratica frequente desse esporte ajuda o atleta a desenvolver sua coordenação motora, estimulando respostas rápidas a determinadas ações, tanto no jogo quanto no cotidiano.

Resistência

O esforço físico exigido em uma partida de “pingue pong” ajuda a melhorar o seu nível de resistência. Quanto mais praticado, mais resultados aparecerão.

Agilidade

O tênis de mesa desenvolve a velocidade e a capacidade de raciocínio rápido por ser um jogo extremamente dinâmico. Qualquer descuido resulta em um ponto para o adversário.

Melhora no desempenho escolar e profissional

Os aspectos desenvolvidos pela modalidade estão diretamente ligados ao nosso dia a dia resultando em uma melhora considerável nas atividades desenvolvidas em casa, na escola e até mesmo no trabalho.

Além dos aspectos físicos e mentais, esse jogo ainda acumula outras vantagens.
– Pode ser praticado paralelamente aos estudos e trabalho
– É um ótimo esporte para dias chuvosos
– Quando praticado com os amigos fica muito mais divertido

Prepare sua raquete, lance a bolinha e divirta-se com o esporte de raquetes mais rápido do mundo.

Esportes para praticar no verão

04
jan 2017

cover-blog

O verão chegou! Muito sol, férias e, é claro, esporte. A estação do ano mais esperada por muitos traz muito mais do que o calor e as férias. O verão reaviva e estimula nas pessoas a vontade de praticar algum esporte ou atividade física. Pensando nisso, listamos alguns esportes para você começar a praticar neste verão.

Caminhada

Caminhar é sempre saudável, faz bem para o corpo, ajuda a espairecer e ainda queima calorias. Por que não aproveitar o fim de tarde, já que a sensação de calor diminui, para dar uma volta em algum parque? O hábito de caminhar, pelo menos 2h30 por semana, combinado a uma alimentação saudável pode trazer incontáveis benefícios para você e sua saúde.

Vôlei de praia

O destino de muitas pessoas, nas férias de verão, é a praia. Essa época do ano combina muito com esse esporte. O vôlei de praia é muito comum no Brasil e pode ser praticado em duplas ou times, estimulando o espírito de equipe. Especialistas afirmam que, quando praticado frequentemente, o vôlei de praia ajuda a tonificar os músculos e o contato com a praia potencializa a sensação de bem-estar.

Frescobol

Tipicamente praiano, o frescobol é jogado por duas pessoas ou mais. O esporte tem como principal objetivo potencializar e cultivar a amizade. Seu estilo cooperativo o diferencia de muitos esportes e é ideal para você que pensa em desenvolver o seu companheirismo e quer deixar de lado a competitividade.

Nado em mar aberto

Recentemente demos dicas para treinos nessa modalidade, e não poderíamos deixá-la de lado quando o assunto é verão. Indicado para atletas com mais preparo e experiência, esse esporte ajuda você que não quer deixar a sua rotina de treino de lado, mesmo estando de férias. Se estiver pelo litoral, que tal umas braçadas?

Corrida

A corrida, muito similar a caminhada, traz diversos benefícios para a sua saúde e seu corpo. Considerada um dos melhores exercícios para o coração, esse esporte fortalece seus ossos e articulações por meio do impacto decorrente da prática do exercício. Quando realizada na areia, ameniza o impacto e intensifica o preparo, pois exige mais esforço físico do atleta no momento da propulsão.

Seja caminhando, correndo, seja nadando, chegou a melhor hora para praticar. Aproveite o verão! Comece agora a desenvolver aspectos físicos e comportamentais por meio da prática de esportes.

Novembro Azul: mergulhe nessa prevenção.

31
out 2016

blog-novembro_azul

 

Se há alguns dias estávamos conscientizando o mundo e, em especial, as mulheres com o Outubro Rosa, neste mês, enfatizaremos a campanha Novembro Azul. Sua existência também é de suma importância para toda a sociedade, principalmente para os homens.

O objetivo desse movimento é enfatizar a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de próstata. Ele surgiu na Austrália, em 2003, e veio para o Brasil no ano seguinte quando o Instituto Lado a Lado pela Vida teve o objetivo de quebrar o preconceito masculino de ir ao médico e, quando necessário, realizar o exame de toque.

Atualmente, os estudos da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) apontam que cerca de 51% dos homens nunca realizaram uma consulta com um especialista. Isso equivale a uma estimativa de 69 mil novos casos da doença por ano. O câncer, em seu estágio inicial, geralmente, não apresenta nenhum sintoma. Por isso, o diagnóstico precoce é essencial para o tratamento curativo.

A realização dos exames pode ter início a partir dos 40 anos de idade, fazendo com que a mortalidade causada pela doença diminua cerca de 21% na taxa. Por isso, não deixe de cuidar da saúde e mergulhe de cabeça na prevenção!

#VaiFundonaPrevenção

 

Esporte: um aliado do Outubro Rosa

17
out 2016

blog-outubro-rosa

Outubro Rosa é a campanha de conscientização sobre a prevenção, o diagnóstico e o combate ao câncer de mama. O que mais se comenta sobre este mês é o autoexame e as visitas aos especialistas. Mas será que a atividade física tem espaço nessa história?

Na verdade, tem. E muito. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 25% dos casos de câncer de mama poderiam ser evitados se a mulher praticasse exercícios por, pelo menos, 2 horas e meia por semana. Como essa porcentagem é bem alta, é indiscutível a importância do esporte para uma vida mais saudável e, consequentemente, mais longa.

A obesidade ou o sobrepeso estimulam o desenvolvimento de doenças e a prática de esportes, como já sabemos, evita esse excesso de peso e o acúmulo de gordura no corpo. A natação, por exemplo, pode queimar até 600 calorias em apenas 1 hora de treino. Mais um bom motivo pra cair na piscina sem medo.

Perceberam que, com algumas informações básicas, é possível ficar minimamente por dentro do assunto e evitar sustos e diagnósticos inesperados? Sabemos que isso não basta. A prevenção envolve, além da prática de esportes, que ajuda muito, acompanhamento médico, dieta balanceada e informação.

O recomendado é fazer autoexames e mamografias a partir dos 40 anos. Se há casos da doença na família, o ideal é começar a partir dos 20 anos.

Repense seus hábitos, conscientize-se e #VaiFundoOutubroRosa.