Como desintoxicar o corpo após a folia de Carnaval?

01
mar 2019

O Carnaval acabou e muita gente exagerou no consumo de alimentos e bebidas alcóolicas, acertamos?

A história é sempre a mesma: as pessoas viajam, curtem os dias de farra, comem muito, não se hidratam, bebem bastante e, no fim, acabam ficando com a imunidade baixa ou com aquela ressaca que ninguém merece, né? Mas, fique calmo! Esse “estrago” é totalmente reversível e é possível limpar o seu organismo adotando algumas maneiras mais leves e saudáveis.

Então, se você está procurando por formas de desintoxicar o seu corpo depois de toda essa folia. Você está no lugar certo! 🙂

 

Alimentos no cardápio que ajudam a desintoxicar o corpo

Caprichar no café da manhã é fundamental, por isso, opte por uma fatia de pão integral com queijo branco. Ah, o mamão com aveia e mel também são bem-vindos!

É importante que, durante o pós-Carnaval, a alimentação entre as refeições principais seja controlada. Prefira frutas secas, sucos de frutas, iogurtes e beba bastante água. Frituras, chocolates, refrigerantes e bebidas alcoólicas seria legal se ficassem fora do cardápio, combinado?

Vem junto conferir mais algumas dicas para retomar a sua rotina após os dias de farra.

 

Beba MUITA água!

Hidratação é tudo! A água é um excelente aliado na desintoxicação do corpo, ela literalmente lava o corpo de dentro para fora, ajuda na eliminação de toxinas, diluição de poluentes, melhora a função dos rins e auxilia na digestão.

Aproveite também para beber um copo de água morna com suco de limão pela manhã, em jejum. Com isso, a eliminação das toxinas acontece mais rapidamente.

 

EVITE carnes vermelhas e gordurosas.

Esses são os alimentos mais difíceis de serem ingeridos, sabia? Dê preferência às carnes brancas como o peru, o peixe, o frango e os crustáceos. Prepare-os como grelhados, assados ou cozidos. Os alimentos embutidos e em conserva devem ficar de fora, pois são ricos em sódio e aumentam a retenção de líquidos.

 

TOME chás.

Para desintoxicar o corpo com mais rapidez, preparar os chás com um pouco de gengibre é ótimo. Um estudo realizado pela revista americana Nutrition & Metabolism mostrou que a ingestão do chá branco ajuda a quebrar as células de gordura do corpo e impedir a formação de novas. Já o chá verde estabiliza os níveis de açúcar no sangue, além de possuir propriedades antioxidantes.

 

PRATIQUE atividades físicas!

Os exercícios físicos são responsáveis por aumentar a circulação do sangue e fazer com que você transpire, acelerando a eliminação das toxinas e turbinando a sua disposição.

O Yoga é uma boa sugestão de atividade que ajuda a desintoxicar o organismo após o Carnaval. Com exercícios voltados para diversas partes do corpo, promove o relaxamento muscular, alivia tensões e equilibra a respiração.

 

Durma BEM!

Durante todos esses dias curtindo a folia como se não houvesse o amanhã, tem gente merecendo uma boa noite de descanso! Aproveite: dormir bem aumenta a imunidade, neutraliza os radicais livres e ajuda na renovação celular.

Partiu começar o processo de desintoxicação do organismo?

Até a próxima, pessoal! 😉

 

Fontes: Queima Diária | WebRun | Exame | Terra Saúde | Caras | Extra

Partiu folia?

28
fev 2019

Depois das festas de fim do ano, o evento mais esperado por todos é o Carnaval! Porém, durante toda essa folia é muito comum a perda de líquidos, justamente por conta das altas temperaturas. Por outro lado, tem gente que gosta de descansar nessa datas, mas, nem por isso deve deixar de se cuidar.

E, pra te ajudar nessa, preparamos um artigo bem interessante!

Vamos lá?

 

Vamos entender melhor o que é a desidratação?

A desidratação ocorre quando o corpo usa ou perde mais líquido do que o ingerido. Quando isso acontece, o organismo pode ter dificuldades para executar suas funções normais. Se você não repõe os líquidos que são utilizados ou perdidos, a desidratação vai te acompanhar nesse período, viu?

Todos os dias perdemos uma certa quantidade de água com suor, urina, fezes e sob a forma de vapor ao respirar. Juntamente com a água, pequenas quantidades de sais minerais também são perdidos. Além disso, a água é responsável por nutrir as células do nosso corpo e garantir que todas as funções serão devidamente cumpridas. Sendo assim, quando perdemos muita água, o corpo fica fora de equilíbrio ou desidratado.

 

Quais são os sintomas?

Pode ser classificada, segundo o grau de gravidade – leve, moderada e grave. Alguns sinais da desidratação leve e moderada são: sede exagerada, boca e pele secas, olhos fundos, ausência ou pequena produção de lágrimas e diminuição da sudorese. Dor de cabeça, sonolência, tonturas, fraqueza, cansaço e aumento da frequência cardíaca também podem estar associados aos episódios de desidratação.

Além desses sintomas, que se intensificam de acordo com o quadro, nos casos de desidratação grave, podem surgir outros, como queda de pressão arterial, perda de consciência, convulsões, coma, falência de órgãos e morte. Por isso, vale a pena ficar de olho nos sintomas, beber muuuuuuito líquido e se cuidar!

 

Como se hidratar durante a folia?

1- Aposte nas frutas: melancia, abacaxi, morango e kiwi, por exemplo. Além de hidratarem, proporcionam uma sensação de refrescância, diminuem a temperatura do corpo, amenizam o calor e ajudam a repor os nutrientes que são perdidos durante a transpiração.

2- Água de coco: tradicional e muito saborosa, é essencial para aproveitar melhor os dias de Carnaval. Por ser rica em potássio e carboidratos, a bebida é saudável, pouco calórica, ajuda a repor os nutrientes perdidos e diminui os sintomas do estresse e do cansaço.

3- Suco de frutas: supersaudável, refrescante e saboroso. Prepare um suco natural de frutas, congele e leve para os bloquinhos. Além de nutritivo, hidrata o corpo e fornece energia. Lembre-se de consumi-lo em breve, para que o suco não fique menos nutritivo e perca o seu sabor natural, combinado?

4- Chá gelado: além de ajudar a manter o organismo saudável, o chá gelado fornece energia, hidrata e ajuda a repor os nutrientes perdidos na transpiração. O chá verde, por exemplo, é refrescante, possui ação antioxidante e ajuda na perda de calorias durante a folia, sendo uma boa alternativa para melhorar a hidratação do corpo no verão.

5- Sacolé de frutas: que tal preparar o seu suco de frutas favorito, colocar nos saquinhos e congelar para levar nessa farra? Fácil, prático e muito saboroso, o sacolé de frutas ajuda a hidratar, refresca e nutre o organismo, já que mantém as propriedades das frutas intactas.

 

Com todas essas dicas, impossível não curtir o Carnaval com segurança e hidratado, né?

Até a próxima e aproveite a folia.

 

Fontes: Drauzio Varella | Conquiste sua vida | Casa saudável | Minha vida

Corrida na areia ou no asfalto?

29
jan 2019

Na estação mais quente do ano, quem não quer manter a corrida em dia e praticar exercícios olhando o visual da praia, sentindo a área nos pés, não é mesmo?

Nesse artigo, vamos abordar as diferenças entre correr na areia e no asfalto, mas também vamos te ajudar a entender por que cada ambiente tem uma característica diferente e exige também cuidados distintos para não prejudicar a sua corrida, o seu desempenho e o seu corpo. Vamos lá?

Diferenças entre correr na praia e no asfalto
A principal diferença está na instabilidade e absorção do impacto gerado pelo peso do corpo. No asfalto, por exemplo, você tem mais estabilidade pelo concreto, enquanto na areia, o impacto é menor nas articulações.

A praia pode levar vantagem, como exigir mais da musculatura do corpo, mas, em outros quesitos, é o asfalto que se destaca, pelo menor risco de lesões.

Ah, e quanto mais fofa for a areia, mais força muscular será solicitada, além de reduzir proporcionalmente a velocidade. A areia batida provoca uma sensação semelhante ao asfalto pela estabilidade que existe, porém com impacto bem menor.

Vantagens e desvantagens
Correr gera queima de calorias e melhora o condicionamento físico e cardiovascular. Mas, também exige várias escolhas que podem interferir no seu desempenho e na sua saúde. Veja algumas vantagens e quais cuidados você precisa ter na hora de treinar no asfalto ou na areia:


ASFALTO

VANTAGENS CUIDADOS
  • Aumento da resistência
  • Devolve o impulso da passada
  • É mais difícil sofrer algum tipo de lesão
  • Recomendado para treinos longos
  • O impacto nas articulações pode ser maior, por conta do piso ser mais rígido

 

AREIA

VANTAGENS CUIDADOS
  • Desenvolve a força e a resistência
  • Exige muito mais dos músculos
  • Recomendado para treinos curtos
  • Tem mais chances de lesões, por conta do desnivelamento
  • Pode forçar muito os joelhos e o quadril
  • Pode sobrecarregar somente um dos lados do corpo

 

Lembre-se que vale checar com um médico as condições para cada um desses tipos de esforços, combinado?

Qual atividade queima mais caloria?
Como vocês já sabem, correr é um dos exercícios que proporciona maior gasto energético. E a queima calórica aumenta quando você treina na areia, sabia? Então, vamos te explicar. Quando você pisa no chão macio, seu pé afunda e, com isso, obriga os músculos dos membros inferiores a se esforçarem mais para levantar as pernas e movimentar o corpo. Além disso, também exige que a musculatura faça constantes adaptações para se manter na posição correta, sendo assim, o consumo de combustível aumenta.

Esperamos que essas dicas tenham te ajudado e seja qual for seu estilo favorito, o importante é se mexer, praticar aquela atividade adequada e que você se sinta confortável.

Desejamos boa sorte nos treinos e até a próxima!

Fonte: Ativo | Up Sigvares | Globo Esporte | Minha Vida | Bol Notícias

Janeiro Branco e Atividades Físicas

14
jan 2019

A Campanha Janeiro Branco é totalmente dedicada à conscientização e à prevenção em relação à Saúde Mental, realizada por psicólogos(as) e estudantes em parceria com todos os demais profissionais do universo da saúde.

Em janeiro, algumas pessoas têm a sensação de um recomeço, novos planos e novo estilo de vida. Por outro lado, passam por um processo doloroso ou um sentimento de melancolia de fim de ano. E, neste contexto, a cor branca representa o quadro ou um papel em branco, o momento certo para escrever ou desenhar uma nova história.

No esporte é muito comum a tensão ou a ansiedade antes de participar de um campeonato, por exemplo. Por isso, é muito importante cuidar da saúde mental e fazer uma prova com mais tranquilidade.

Começamos contando um pouco do mês de janeiro e por que ele foi escolhido para o início de uma campanha, e agora, vamos falar sobre a importância de cuidar da mente aliado às atividades físicas, combinado? 🙂

Cuidar da mente é cuidar da vida
Infelizmente, a saúde mental ainda é um tabu na sociedade. Por parte de alguns grupos de pessoas existe preconceito com relação à fazer terapia com o psicólogo e que procurar ajuda é apenas em último caso, mas não é bem assim! Ainda bem que hoje existe a compreensão que o psicólogo cuida da saúde mental e da parte emocional. E vamos combinar, esse lado emocional todos nós temos, não é mesmo?

De acordo com os dados do relatório realizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o país mais deprimido e ansioso da América Latina e nos últimos dez anos, o número de pessoas com depressão aumentou 18,4% – isso corresponde a 322 milhões de indivíduos. Para piorar, os brasileiros estão levando esses índices para o alto. No nosso país, 5,8% dos habitantes sofrem de algum tipo de transtorno mental, a maior taxa do continente latino-americano. Nós também somos campeões mundiais no índice de ansiedade: 9,3% da população manifesta o quadro, e o sexo feminino é o que mais sente as consequências – 7,7% das mulheres são ansiosas e 5,1% são depressivas. Quando se trata dos homens, a porcentagem cai para 3,6% nos dois casos.

Isso mostra que as pessoas precisam começar a cuidar também de aspectos mentais e emocionais da sua vida. A atividade física é uma boa saída para ajudar nesses sintomas e é fundamental para a saúde do nosso corpo, seja física ou mental, além de trazer a sensação de bem-estar que todos nós buscamos.

Esporte e saúde mental
Para quem pratica esportes, sabe que o ambiente competitivo pode gerar ansiedade e preocupações que afetam o atleta e podem diminuir o seu rendimento. E, quando falamos de competições, seja no nível profissional ou amador, é comum que haja muita expectativa, pressão e até autocobrança – o que pode levar a um desequilíbrio emocional. Mas, existem algumas técnicas que ajudam no momento que o atleta se sentir dessa maneira. Essa é uma ótima forma para se acalmar, e, se feita corretamente, a respiração pode abaixar sua pressão sanguínea, promover a sensação de alívio e te deixar menos ansioso. Veja como:

1. Coloque uma mão sobre o peito e a outra sobre a barriga.

2. Respire profundamente, inspirando pelo nariz sem que seu peito se mova muito. Você se sentirá bem em relação ao diafragma e aos pulmões.

3. Faça isso durante alguns minutos e se permita. Tanto sua pressão quanto seus batimentos cardíacos vão diminuir.

Existe também o relaxamento progressivo, no qual o atleta contrai e relaxa grupos musculares separadamente e sequencialmente.

Vale ressaltar que tanto os exercícios de respiração quanto o de relaxamento progressivo são técnicas que devem ser inicialmente supervisionadas por um especialista.

Lembre-se: a performance não depende exclusivamente de qualidades físicas, boa condição nutritiva e qualidade técnica. É fundamental que o poder da mente seja trabalhado para que haja sucesso na conquista dos objetivos.

Até a próxima!

Fontes: Psicologia para curiosos | Janeiro Branco | Estadão | Abril | Uol | Hospital Santa Mônica | Mais equilíbrio

5 brincadeiras para fazer na piscina neste verão

17
dez 2018

Férias escolares, viagens em família e verão! O fim de ano é cheio de emoções para todo mundo, e para você, amigos e família curtirem essa estação, trazemos em nosso blog algumas brincadeiras superdivertidas para serem feitas na água, claro!

Além de aproveitar a piscina, as atividades também ajudam a mexer o corpo para todos se exercitarem de um jeito descontraído e, no caso das crianças, ainda auxiliam no desenvolvimento da coordenação e no treino movimentos que são usados na natação. Quer ver quais são as brincadeiras? Continue lendo!

Marco Polo
Com pelo menos 4 participantes, o clássico das piscinas tem regras fáceis e é ótimo para toda a família. Você vai precisar apenas de uma venda para o pegador, que ficará no centro da piscina com os olhos vendados e que deverá adivinhar onde estão as outras pessoas apenas pelo som. Cada vez que ele gritar “Marco”, os outros jogadores deverão responder “polo”. Quem for pego se torna o novo pegador, recomeçando todo o jogo.

A atividade instiga os sentidos das crianças, colaborando também em sua concentração, já que elas dependem disso para não serem mais o pegador do jogo. Para os pequenos que têm medo da água, a brincadeira não é aconselhável, pois sem a visão eles podem se desesperar e passar por uma situação desconfortável.

Túnel
Já para a criançada que já é mais experiente na água, é hora de treinar novas habilidades! O túnel é uma brincadeira que pode ser feita em dupla e é bastante simples: o desafio é passar entre as pernas de outra pessoa. Uma dica é aumentar a dificuldade, deixando o espaço para a passagem cada vez mais estreito. Não esqueça os óculos de natação! Ter uma boa visão ajudará muito na hora de vencer essa prova.

Caça ao Tesouro
Brinquedos, tampinhas de garrafa ou qualquer objeto que afunde na água serão o tesouro que deverá ser caçado nesta atividade. Reúna as crianças fora da piscina e faça com que elas contem até 10 com os olhos fechados. Enquanto isso, você jogará os objetos na piscina em diferentes lugares. Assim que terminarem a contagem, elas deverão cair na água em busca das relíquias. Quem achar mais, ganha a competição!

Quando as crianças mergulharem, fique atento para que não passem muito tempo submersas e acabem engolindo água. Caso isso aconteça, chame o guarda-vidas imediatamente para auxiliar.

Queimada
Em duplas ou com times maiores, forme duas equipes e separe a piscina ao meio. O objetivo é acertar a bola no adversário sem deixar pingar na água ou sem que o outro time pegue a bola antes de encostar em alguém. Os queimados podem migrar para o outro time, ir para o “cemitério” para ainda ajudar na vitória da sua equipe ou saírem do jogo. Tudo depende das regras que você estipular no começo da partida.

Opte por bolas não muito pesadas para não machucar e não muito leves a ponto de não cruzar para o outro lado da “quadra”. Vai ser só diversão!

Vôlei
Um dos esportes mais praticados nas areias da praia durante o verão pode invadir a sua piscina também. Com uma rede e dois times, jogar vôlei na água é refrescante e extremamente divertido. A dica é usar a bola do grande jogador, Marcelo Negrão, para completar o jogo com chave de ouro. Sem contar que a movimentação mais lenta na água faz com que as jogadas se tornem motivos para boas risadas!

Prontos para se divertir? Lembre-se sempre de passar filtro solar e reaplicar a cada 2 ou 3 horas, além de ficar sempre atento ao horário para que as crianças não sofram com queimaduras solares ou insolação. Ah! Cheque sempre a profundidade da piscina antes de mergulhar com os pequenos: a altura ideal é abaixo do peito. Agora, com tudo pronto, aproveite tudo de bom neste verão!