Dia Mundial da Natação ajuda a promover o esporte

08
abr 2017
O Dia Mundial da Natação, comemorado em 08 de abril, foi criado para reverenciar essa atividade física e, também, para promovê-la como esporte. A prática da natação se confunde com a adaptação do homem ao mundo, já que a espécie teve que aprender a se sustentar na água como um instinto de sobrevivência. No Brasil, a natação chegou como esporte em 1897 e, um ano depois, o primeiro campeonato já foi realizado. Há inúmeros fatores que colaboraram para que a natação fosse cultivada como uma prática esportiva no país.

17795851_1408312402540630_3252328440808954357_n

O fato de a natação trabalhar quase todos os músculos do corpo e, ainda, auxiliar no desenvolvimento de energias vitais ao organismo, como a capacidade cardiovascular e respiratória, faz com que ela seja um dos esportes mais praticados no Brasil. Os benefícios da natação ajudam a mantê-la como um exercício físico de alto rendimento e as trajetórias vitoriosas dos atletas brasileiros incentivam a prática do esporte desde a natação infantil até a natação para idosos, tanto feminina quanto masculina.

No Dia Mundial da Natação, também lembramos o quanto a evolução dos acessórios que os atletas utilizam foi fundamental para tornar esse esporte popular e com altos índices de desempenho. Desde que nadar tornou-se um esporte, toucas, óculos, sungas, maiôs foram desenvolvidos para levarem os atletas a performances cada vez mais rápidas. A tecnologia presente nos melhores equipamentos contribui decisivamente para a alta performance dos atletas.

Que o dia 08 de abril sirva como uma data para lembrar-se da importância da natação para a evolução humana e, claro, para enaltece-la como um esporte que tanta alegria traz para os nadadores brasileiros.

Esportes para praticar no verão

04
jan 2017

cover-blog

O verão chegou! Muito sol, férias e, é claro, esporte. A estação do ano mais esperada por muitos traz muito mais do que o calor e as férias. O verão reaviva e estimula nas pessoas a vontade de praticar algum esporte ou atividade física. Pensando nisso, listamos alguns esportes para você começar a praticar neste verão.

Caminhada

Caminhar é sempre saudável, faz bem para o corpo, ajuda a espairecer e ainda queima calorias. Por que não aproveitar o fim de tarde, já que a sensação de calor diminui, para dar uma volta em algum parque? O hábito de caminhar, pelo menos 2h30 por semana, combinado a uma alimentação saudável pode trazer incontáveis benefícios para você e sua saúde.

Vôlei de praia

O destino de muitas pessoas, nas férias de verão, é a praia. Essa época do ano combina muito com esse esporte. O vôlei de praia é muito comum no Brasil e pode ser praticado em duplas ou times, estimulando o espírito de equipe. Especialistas afirmam que, quando praticado frequentemente, o vôlei de praia ajuda a tonificar os músculos e o contato com a praia potencializa a sensação de bem-estar.

Frescobol

Tipicamente praiano, o frescobol é jogado por duas pessoas ou mais. O esporte tem como principal objetivo potencializar e cultivar a amizade. Seu estilo cooperativo o diferencia de muitos esportes e é ideal para você que pensa em desenvolver o seu companheirismo e quer deixar de lado a competitividade.

Nado em mar aberto

Recentemente demos dicas para treinos nessa modalidade, e não poderíamos deixá-la de lado quando o assunto é verão. Indicado para atletas com mais preparo e experiência, esse esporte ajuda você que não quer deixar a sua rotina de treino de lado, mesmo estando de férias. Se estiver pelo litoral, que tal umas braçadas?

Corrida

A corrida, muito similar a caminhada, traz diversos benefícios para a sua saúde e seu corpo. Considerada um dos melhores exercícios para o coração, esse esporte fortalece seus ossos e articulações por meio do impacto decorrente da prática do exercício. Quando realizada na areia, ameniza o impacto e intensifica o preparo, pois exige mais esforço físico do atleta no momento da propulsão.

Seja caminhando, correndo, seja nadando, chegou a melhor hora para praticar. Aproveite o verão! Comece agora a desenvolver aspectos físicos e comportamentais por meio da prática de esportes.

Dicas e cuidados para treinos em mar aberto.

16
dez 2016

cover-blog

Com a chegada do verão e das férias, nada melhor do que aproveitar a viagem ao litoral para treinar no mar, sempre com segurança.

Um dos pontos mais importantes é focar na direção e não na velocidade. No mar vasto e aberto você deve prestar atenção para onde está indo a cada braçada, pois a correnteza pode influenciar e te pegar de surpresa. Garanta também que seus óculos ofereçam boa visibilidade mesmo em dias muito quentes.

Procure nadar com uma touca de cor chamativa, laranja, amarelo, vermelho, etc. Assim fica mais fácil de outras pessoas e embarcações visualizarem você na água.

Também é recomendável passar um pouco de vaselina nas axilas, na parte de trás do pescoço e entre as pernas, assim ajuda a evitar que o sal do mar irrite estas áreas devido aos movimentos do nado.

Se você não conhece muito bem a praia e as correntes locais, converse com um salva-vidas para nadar no lugar mais seguro possível e siga todas as recomendações.

Lembre-se que o cuidado também deve ser levado para fora da água. Avise alguém que você está indo nadar para que essa pessoa esteja atenta, mesmo da areia, e possa te ajudar caso ocorra algum imprevisto.

E como em qualquer outro lugar, mantenha-se hidratado! Beba bastante água antes de sair e na volta também.

Boa praia e bom treino!

Maratonas Aquáticas

24
ago 2016

Apesar de se tornarem uma modalidade olímpica – da era moderna – apenas em 2008, nas Olimpíadas de Pequim, as maratonas aquáticas nasceram muito antes da natação como conhecemos hoje.

Ainda na Grécia Antiga, os Jogos Olímpicos contavam com uma prova de natação em águas abertas, muito similar às maratonas de hoje em dia, sempre disputada por longas distâncias em lagos, em rios, ou mesmo no mar, como foi o caso das Olimpíadas do Rio.

Mas a modalidade ganhou verdadeiro destaque quando Mattew Webb atravessou o Canal da Mancha em 1875. O militar inglês cruzou a faixa de água que divide a Grã-Bretanha da França sem qualquer tipo de equipamento, ou seja, percorreu 34 km no braço. E haja braço pra isso!

Atualmente, além de uma equipe de salva-vidas, de fiscais, de juízes e de cronometristas acompanhando a prova, os participantes só entram na água se a temperatura dela estiver entre 16 e 30° C. Pode parecer besteira, mas essa é uma das partes mais importantes no quesito segurança, diminuindo os riscos de hipotermia e de fadiga dos atletas.

Este ano, pela primeira vez na história olímpica, o Brasil subiu ao pódio da natação feminina exatamente na prova de maratona aquática, na qual a atleta da Speedo Poliana Okimoto percorreu com garra os 10 km, viu a francesa Aurelie Muller ser desclassificada e ganhou sua muito merecida medalha de bronze.

#VaiFundoSpeedo

Poliana e Ana Marcela conquistam o pódio mais uma vez

14
abr 2016

post-blog-poliana-marcela

Os atletas que fazem parte das maratonas aquáticas olímpicas aqui do Brasil estiveram nos Estados Unidos no último final de semana participando, como convidados, do Campeonato Americano no Lago Miromar (Flórida).

É claro que nossas atletas Poliana Okimoto e Ana Marcela Cunha passaram pela competição e, além de terem garantido um lugar no pódio, trouxeram medalhas e ainda mais orgulho pra gente.

Ana Marcela trouxe o bronze por nadar o percurso olímpico de 10 km – completou a prova em 2h01min55s41. Nessa prova, a campeã foi a americana Ashley Twichell e Poliana garantiu a 5ª colocação.

Poliana Okimoto também trouxe o bronze, mas pela prova dos 5 km, que completou em 1h01min48. Nos 5 km, o ouro foi para a francesa Aurelie Muller e Ana Marcela ficou em 4º lugar.

Parabéns às meninas e a todos que participaram. Que venham mais competições, mais garra e mais pódios. #VaiFundoSpeedo