Natação na terceira idade: uma opção saudável e divertida!

01
out 2017

Envelhecer faz parte do processo natural da vida. Ao chegar à terceira idade, é indicado que se tenha mais cuidados com o corpo. Algumas situações como osteoporose e artrose tornam-se mais comuns. Praticar exercícios físicos nesse estágio, portanto, fortalece o organismo.

A natação é um esporte recomendado para idosos, pois pode reduzir a perda de massa óssea e muscular. Outro motivo é a redução do impacto das estruturas ósseas e articulares o que diminui os desgastes nas cartilagens. Todos estes benefícios previnem que um idoso tenha dores no corpo ou fraturas. Logo, a natação é um esporte seguro para a terceira idade.

Outros benefícios observados em quem pratica natação é a melhora na musculatura do abdômen e do assoalho pélvico. Está comprovado que há diminuição de problemas como incontinência urinária em quem pratica natação, especialmente nas mulheres. Também combate o sedentarismo, auxiliando na prevenção da hipertensão e da obesidade.

Em alguns casos, ao chegar à terceira idade, o idoso pode se sentir sozinho, já que não tem mais a rotina tão agitada de outras épocas. A natação é um estímulo para a convivência em grupo, a socialização e, consequentemente, combate casos de depressão, uma das consequências da solidão.

Os benefícios que a natação traz para qualquer estágio da vida são potencializados durante a terceira idade. A natação é um excelente esporte para incentivar uma vida saudável para todos!

Quer melhorar seu tempo na piscina?

18
set 2017

Potencializar o desempenho durante os treinos de natação é uma tarefa que exige muita disciplina e empenho!

Para começar, monitore a intensidade dos movimentos durante a prática. Um exercício muito rápido vai acabar cansando e prejudicando o restante do treino. Então, intercale movimentos mais velozes com outros mais lentos, o que fará com que o esforço durante o treino seja distribuído. Outra medida que ajuda a melhorar a performance é o auxílio de acessórios de natação. :

A nadadeira, por exemplo, trabalha melhor a musculatura, aumentando a flexibilidade e, logo, a força. Isso, quando você treina várias vezes na semana, é essencial. Só tome cuidado para não criar uma dependência. A dica é usar apenas em alguns treinos. A dica para todos os treinos é executar as técnicas de cada nado. Não fuja disso!

Os bons nadadores não são aqueles que possuem somente a força. Para obter resultados satisfatórios, aprenda a ser forte e técnico. Por isso, faça exercícios educativos, com correção constante para cada tipo de nado. Dessa forma, você também ajuda a combater a ansiedade que toma conta quando se está dentro da piscina. Antes de ser um nadador rápido, é preciso ter foco com calma e paciência!

E, claro, não esqueça do seu condicionamento físico fora da água! Concilie sempre com alguma atividade complementar, como musculação, pilates, alongamentos, etc.

Anotou? Bom treino e nade atrás do seu melhor tempo!

Vai encarar sua primeira prova de triathlon? Veja 3 dicas importantes!

30
ago 2017

Atletas amadores que decidem se aventurar no mundo dos triatletas devem tomar alguns cuidados antes de realizar sua primeira prova. Depois de já terem se matriculado em algum programa de treinamento específico para triathlon, alguma dúvida ainda pode restar. Afinal, são muitos detalhes para prestar atenção.

Uma prova de triathlon é dividida em três etapas: uma de natação, outra de ciclismo e, ainda, uma de corrida. Sem interrupção entre as modalidades, cada prova de triathlon tem uma duração, dependendo da competição em que ela está inserida. Nas Olimpíadas, por exemplo, a natação tem a distância de 1,5 km, a etapa de ciclismo tem 40 km e, por último, a corrida tem 10 km. Quase sempre em águas abertas, os atletas costumam sentir mais dificuldades na natação, já que, normalmente, os treinos são realizados em piscinas. O ambiente inóspito do mar, com ondas e correntezas, pode atrapalhar. Então, a primeira dica é:

1 – Dedique-se à natação! Os triatletas costumam dizer que “a natação não fará você vencer uma prova, mas ela pode fazê-lo perder”. Nadar bem em uma etapa de natação significa sair inteiro para pedalar e, claro, poupar energia para o restante da prova.

O fato das provas serem em sequência, exige uma maior organização dos atletas.

2 – Organize-se para levar o necessário para área de transição! A dica é levar uma toalha colorida ou estampada, para que você possa identificar que aquele é o seu espaço e não se perder na correria de trocar de etapa. Também é aconselhável levar garrafinha d’água, prendedor de cabelos reserva e óculos extra. Carboidrato em gel e um par de meias também não fazem mal a ninguém.

Para chegar bem para realizar a prova, alimente-se corretamente!

3 – Não coma nada que você já não está acostumado! Não invente moda. Uma comida diferente, que você nunca experimentou, não vai fazer a diferença. Aposte em uma fonte de proteína no café da manhã e em carboidratos. Alimentos com fibras não são recomendados.

Anotou? Agora se dedique, se organize e aproveite a sua primeira prova!

PAIS, FILHOS E ESPORTES: O TRIO PERFEITO

13
ago 2017

As memórias com nossos pais preenchem a maior parte das gostosas lembranças que temos da nossa infância. Os homens sisudos, avessos a emoções, de repente, tornam-se pais emotivos, que torcem por você e estão ali, vibrando. Seja naquele campinho onde você jogava futebol quando era criança, na quadra do colégio, na piscina do clube, o “velho” sempre esteve ali, te incentivando a ser um campeão.

Todos sabem da importância que a prática dos esportes tem pra vida. Além de melhorar o condicionamento físico, os atletas encontram no ambiente esportivo condições favoráveis para um convívio saudável. Muitas vezes, para as crianças, os colegas de esportes são uma segunda família. Os primeiros amigos, as primeiras competições, as primeiras decepções. O esporte é capaz de ensinar aos pequenos os valores que deverão continuar sendo cultivados durante toda a vida. Por isso, a importância de ter um pai presente, que incentive a prática de esportes. E, por que não, ter um pai atleta?

Pais que praticam atividade física tornam-se um modelo para os filhos. Crescer com esse hábito exige um envolvimento paterno para mostrar às crianças que esportes são também diversão! Para a geração atual, completamente imersa no mundo virtual, acaba sendo mais difícil adentrar no mundo dos esportes. Com um pai sendo referência, é mais fácil para os pequenos perceberem os benefícios. Outro fator importante é mostrar que existem outras opções de esportes, se você não se deu bem em um.

Judô, vôlei, basquete, natação infantil. Incentive seus filhos a encontrarem o esporte ideal para eles. Nem todo mundo é apto ao futebol, por exemplo. Mas, do que seriam os “Gustavos Borges” se todos fossem “Neymars”, não é mesmo? A busca pelo esporte perfeito para a criança depende muito de como ela vai encarar aquela competição.

Sendo também um atleta, você pode aproximar o seu filho desse mundo mágico. E fazer o trio perfeito: pais, filhos e esportes.

Natação: o melhor esporte para tratar problemas respiratórios

23
jul 2017

Você que tem bronquite, asma ou rinite alérgica sabia que a natação é recomendada pelos médicos para tratar os sintomas desses problemas respiratórios? Para os asmáticos, por exemplo, a natação diminui a intensidade das crises e, também, melhora a qualidade de vida do paciente.

O esforço respiratório feito durante a natação facilita a expectoração, já que os alvéolos pulmonares ficam fortalecidos. É por esse motivo que a natação regula a produção dos mucos do aparelho respiratório. Eles acabam não sendo produzidos em excesso, o que causa infecção das vias aéreas. E, obviamente, a água mantém as narinas úmidas, o que já é um benefício considerável para os pacientes.

Os movimentos necessários à natação estimulam melhorias na capacidade respiratória, aumentando a resistência do organismo. Expirar em meio líquido, respirar pela boca e a posição horizontal do corpo são decisivos para tornar a natação um esporte adequado para pacientes com dificuldades respiratórias.

A natação alonga toda a musculatura intercostal do corpo. É o abrir e o fechar das costelas que movimenta a caixa torácica – através do vai e vem dos braços – e trabalha a musculatura do abdômen, facilitando a respiração diafragmática. Os pulmões ficam cheios na inspiração e esvaziam na expiração. Todos esses movimentos são coordenados pela respiração. O ambiente aquático potencializa os movimentos.A resistência da água exige mais do corpo.

A natação beneficia o corpo humano à medida que aumenta o trabalho dos pulmões, expandindo a capacidade respiratória. Quem faz natação para atenuar os problemas respiratórios, acaba encontrando mais do que um alívio para esses males. A natação serve também para melhorar o condicionamento físico dos pacientes e termina por tornar-se o esporte favorito deles.